,
Inicial  |  O Barco  |  Peixes  |  Fotos  |  Vídeos  |  Pacotes  |  Dicas  |  Fale Conosco |   (65) 99971-2658 |  (65) 99981-0190
 
DICAS

Abaixo algumas dicas importantes. É só clicar!

# ISCAS NATURAIS MAIS USADAS
# VARAS
# LINHAS
# ANZÓIS
# CHUMBADAS
# REPELENTE
# PROTETOR SOLAR
# ÓCULOS
# CHAPÉU OU BONÉ
# CAPA DE CHUVA
# MÁQUINA FOTOGRÁFICA OU FILMADORA
# PESCANDO COM PIRANHAS
# TRAÍRAS
# PACÚ
# CHEIRO DE PEIXE
# MORDIDA DE PEIXE
# LAMBARIS
# PINTADOS
# DOURADOS
# PEIXE FRITO
# ESPINHOS
# CURIMBATÁ
# FERRÃO DE BAGRE
# CORTANDO O PEIXE EM FILÉS
# ACIDENTE COM ANZOL

ISCAS NATURAIS MAIS USADAS:

O tipo de isca vai depender do tipo de peixe procurado e da cor da água. Se estivermos a procura dos grandes peixes de couro e a água estiver suja, a isca será a tuvira ou as chamadas iscas brancas como a sardinha, o piau-3-pintas, lambari. É bom lembrar que as iscas precisam estar vivas.

Se a água estiver limpa a melhor isca é o minhocuçu.

Para a pesca do dourado são usadas as mesmas iscas, com exceção do minhocuçu.

O rio Paraguai não dispõe de muitas corredeiras, portanto se faz necessário o conhecimento do piloteiro para a pesca do dourado.

Para a pesca do pacu é usado o caranguejo, mas normalmente ele é pego também com minhocuçu, goiaba e frutas que caem na água.

[voltar]

MATERIAL DE PESCA:

VARAS - existem aqueles que preferem as ocas, de fibra de carbono, por serem mais leves; outros preferem as maciças, por serem fortes. Independente disso devem ser fortes o bastante para aguentarem a pressão de um peixe bruto e grande. Recomendamos varas de no mínimo 30 libras.

[voltar]

LINHAS - alguns pescadores gostam de usar linhas finas para sentir melhor a briga, porém no pantanal os peixes fisgados tem o hábito de se esconderem em estruturas naturais enroscando facilmente a linha. Recomendamos linhas fortes: para peixes de couro 40 libras e para os outros 20 a 30 libras.

[voltar]

ANZÓIS - no mercado há uma gama ampla destes materiais. É bom sempre ter em mãos uma variedade de tamanhos.

[voltar]

CHUMBADAS - Normalmente são usadas as do tipo oliva, oscilando entre 20 a 60 gramas, dependendo do lugar .

[voltar]

todos os anzóis usados deverão ser encastoados, para evitar o rompimento no ataque das piranhas.

DICAS DE CONFORTO:

Para sua melhor comodidade recomendamos o uso de alguns produtos: 

REPELENTE - contra insetos, pois nas primeiras horas da manhã e no entardecer os mosquitos não dão trégua.

[voltar]

PROTETOR SOLAR - dependendo do seu tipo de pele usar com frequência, pois o sol mesmo fraco incomoda bastante.

[voltar]

ÓCULOS- o seu uso se faz necessário, no percurso até os melhores pontos de pesca, o barco anda em celocidade e o vento pode incomodar, como também insetos ou ciscos nos olhos, nada como a prevenção, um pequeno acidente pode atrabalhar bastante seu pescaria.

[voltar]

CHAPÉU OU BONÉ - eles protegem do sol, como também de insetos, se optar por boné, recomendamos aquele com abas que protegem também o pescoço, se você gostar realmente de pescar irá começar às 6 horas da manhã e irá terminar somente quando o sol se despedir no horizonte.

[voltar]

CAPA DE CHUVA - em algumas épocas do nao a chuva é imprevisível, portanto pode chover a qualquer momento, e é bom estar previnido, reserve um cantinho na sua tralha para este item.

[voltar]

MÁQUINA FOTOGRÁFICA OU FILMADORA - alguns momentos em nossas vidas são marcados em nossas lembranças. Recordações de lugares e situações vividas uma única vez. Eternize estes momentos através de uma fotografia. Você não se arrependerá.

[voltar]


DICAS PARA PESCA PANTANEIRA


PESCANDO COM PIRANHAS
Quando estiver pescando Dourados, com iscas vivas em rios infestados de piranha, você deve proceder da forma indicada abaixo:
01) As iscas indicadas para este tipo de pescaria são peixes vivos, como piraputangas e corimbatas de até 15 cm de comprimentos.
02) Apoite seu barco em um trecho do rio onde se observa que Dourados e Pintados estão atacando cardumes de piraputangas ou curimbatas.
03) Mantenha a isca dentro do viveiro do barco, protegidas das piranhas e prontas para serem arremessadas.
03) Com paciência, espere o Dourado ou Pintado atacar os cardumes de piraputangas e corimbatas no rio, com agilidade arremesse o mais próximo possível de onde você localizou o até do predador.
05) A probabilidade de que o peixe pegue sua isca é grande, pois sua isca se tornará uma presa fácil.
06) Caso ele não pegue, com certeza uma piranha vai pegar.

[voltar]

PEGUE AS MAIORES TRAÍRAS 
Para pegar traíras grandes, é necessário bater no rio com a vara muitas vezes.
As iscas são os lambaris, dos quais geralmente as traíras se alimentam.
Se der tudo certo, você irá pegar as maiores traíras do rio!!!!!!!
Boa pescaria!!!

[voltar]

ISCA INFALÍVEL PARA PACÚ
Pegue alguns coquinhos(seco) de cacho, tire todo fiapo, corte suas extremidades com uma serrinha, fure-os de um lado ao outro de suas extremidades(com uma broca fina) até que passe o anzol pelo furo. Use anzóis para robalo, assim você utilizará apenas uma isca na pescaria toda.
Dica: Conserve os coquinhos em um recipiente com pouca água.
Outra ótima isca para pacú é a acerola. Ela deve estar bem madura, vermelhinha. Isque a acerola colocando-a "dentro" do anzol, onde ficará apoiada na meia-lua do anzol. As acerolas quando descongeladas costumam perder sua firmeza, o que as fazem sair do anzol com maior facilidade. O ideal é obter frutas frescas. 

[voltar]

TIRANDO O CHEIRO DE PEIXE DA MÃO
Após você limpar todos os seus peixes, não tem como tirar o cheiro da mão. Então minha dica é para você pegar o pó de café já usado e esfregar na mão por 1 minuto. O cheiro sai todinho!

[voltar]

MORDIDA DE PEIXE
Ao limpar peixes, tome muito cuidado com aqueles que têm dentes, pois mesmo sem as vísceras eles ainda podem morder, principalmente as piranhas!!!

[voltar]

LIMPANDO LAMBARIS
Colocam-se os lambaris pescados em uma bacia grande, e coloca-se água, um pouco de vinagre e deixa-se por alguns minutos. Depois pega-se aos punhados e esfrega-se nas mãos. Isto soltará todas as escamas. 

[voltar]

PARA PEGAR PINTADOS
Reveze entre salsicha e fígado. Coração às vezes dá certo, dependendo do lugar! Ao colocar a salsicha, esfregue ela no fígado de frango ensangüentado. Para pegar um pintado, é indispensável ter paciência. Em pesqueiros eles costumam ficar bem na borda, em locais onde a água está mais barrenta. Evite muito barulho. 

[voltar]

ISCA PARA DOURADOS
Coração de boi cortado em tiras e a rã são exelentes iscas para o dourado.

[voltar]

FRITURA DE OURO - PEIXE FRITO
Se você decidir fritar o peixe que pescou ou o que comprou, basta juntar um pouco de sal à gordura da fritura e o resultado será um peixe bem mais douradinho e gostoso.

[voltar]

ESPINHOS DE TRAÍRAS
Sempre que você pescar aquelas TRAIRAS, não as deixe morrer só por falta da água. Desta forma, elas ficarão com a carne "repleta" de espinhos.
Cada vez que você tirar uma da água, limpe o mais rápido possível e quando for fazer aquele "fritado" ou "ensopado" você vai perceber que quase não terá espinhos. Só estarão aqueles das nadadeiras e a espinha.

[voltar]

ISCA PARA CURIMBATÁS
É uma isca para pescar os fabulosos curimbas:
Misture água, farinha, queijo(de preferência queijo de bico) e açúcar. Faça vários quadradinhos como nhoque.
Deixe no sol por uns dois ou três dias e depois de ter ficado bem duro estará pronto...
Vocês devem estar se perguntando: "Mas como se usa essa isca?" É muito simples:
usando um anzol, você deixa uma linha de sobra e nessa linha você amarra as pedrinhas. E aí é só pescar os curimbas. O curimba vem, chupa a isca e a posta de sua vara mexerá, bastando que você fisgue e dê no queixo do criado. 

[voltar]

FERRÃO DE BAGRE 
As ferroadas das barbatanas laterais de alguns peixes ( bagre, jundiá, pintado, etc.) são muito doloridas. Para amenizá-la, basta arracar o olho do peixe, furá-lo e passar sobre o ferimento. É fantástico! 

[voltar]

CORTANDO O PEIXE EM FILÉS
Limpe só por fora (barbatanas e escamas); retire a cabeça; faça um corte ao longo do dorso, da cabeça à cauda; com uma faca, separe a espinha da carne; retire a espinha e as víceras; retire a pele com a faca, segurando o peixe pela cauda com firmeza. 

[voltar]

ACIDENTE COM ANZOL
Por mais cuidado que o pescador tome, alguns pequenos acidentes, comuns em pescarias, serão inevitáveis e convém que ele saiba como proceder para evitar complicações maiores posteriormente. 

Os acidentes mais comuns nesse esporte são causados pelos anzóis. Vez ou outra o pescador acaba se "fisgando" ou ao seu companheiro. Numa situação dessas o problema maior é retirar o anzol do corpo da pessoa sem aumentar a gravidade do ferimento. Se a farpa do anzol penetrar na carne ele não poderá ser retirado pelo mesmo lugar por onde entrou sem causar um grande estrago.

A primeira providência é cortar o anzol, ou garatéia, com um alicate de corte. Feito isso, deve-se procurar um médico para retirá-lo e na impossibilidade de tal, o próprio pescador ou seu companheiro fará isso, do seguinte modo:

Empurra-se a" parte que sobrou do anzol até que a ponta deste saia em outro local, ao lado do ferimento original. Em seguida puxa-se o anzol pela ponta até que seja totalmente retirado. O ferimento ficará então com duas perfurações, uma por onde entrou o anzol e outra por onde ele saiu, mas em compensação a carne não será dilacerada pela farpa.

Esse local deve então ser limpo, desinfetado e" aplicado um curativo. Mesmo assim, a assistência, o quanto antes possível, de um médico é necessária, para saber se é preciso tomar algum antibiótico ou antitetânica.

 
 
   
 
  (65) 99971-2658 (Graziela)
(65) 99981-0190 (Rodrigo)
  (65) 3223-3661
   

Barco Hotel Barão do Pantanal. 2015. Todos os direitos reservados.
Construcao de Sites Curitiba | Criacao de Sites Curitiba | Loja Virtual Curitiba | Ecommerce Curitiba | www.bk27.com.br